domingo, 30 de março de 2014

golpe de 16.118,00reais golpe virtual

Bom minha história começou no dia 18 de outubro de 2013, quando recebi uma mensagem pela rede de relacionamento facebook, de um homem com suposto nome Maximilian Berg, dizendo que tinha gostado do meu perfil, gostaria de ter contato comigo. O perfil me chamou atenção, então passei a me corresponder com ele através de mensagens no facebook. Este suposto Maximilian Beg se dizia viúvo de origem alemã, que morava em Houston-USA desde os 4 anos de idade, se dizia engenheiro de uma empresa de petróleo Lewis Energy Oil e Gás no estado do Texas-USA. E estava à procura de uma mulher para se relacionar seriamente, sendo que ele tinha 2 filhos ainda criança um de 6 anos e outro de 5 anos. COm o passar do tempo em nossas conversas, acabei me interessando de verdade por ele. Então certa vez ele me falou que ia para uma viagem de trabalho que tinha sido nomeado como representante da empresa para ir ao China. Após esse retorno dessa suposta viagem de negócios ele pediu- me meu endereço, número de telefone e e-mail que segundo ele tinha comprado alguns presentes para mim e queria envia- los, antes que viajasse em outra viagem de negócios para o Japão onde passaria 3 semanas no mar a trabalho, que em seguida desde trabalho viria ao meu pais para me conhecer pessoalmente, dizia- se apaixonado por mim, eu gostava também dele. No dia 29 de novembro ele me enviou um "comprovante" de remessa de um suposto pacote onde havia segundo ele alguns presentes para mim tais como: flores, iphone 5, um relógio de ouro, alguns perfumes e uma pasta com alguns dólares e seus documentos pessoais, me passou um link: http://derbyexpress.host-ed.me/index.html, que segundo ele era da empresa Derby Express Couriers USA, que faria a entrega do pacote em meu endereço, passou- me também um número para rastreamento do pacote, sendo que supostamente esse pacote saiu do estado do Texas-USA do aeroporto George Bush, então passei a rastrear esse "pacote" desde do dia de saída que foi 29/11/2013 onde passaria por Costa Rica ,no segundo dia 30/11/2013 o pacote estaria em Equador, no dia 01/12/2013 estaria em Paraguai e no dia 02/12/2013 estaria no Brasil e no dia 03/12/2013 esse pacote estaria aguardando desembaraço aduaneiro no Aeroporto de Guarulhos. Então no dia 04/12/2013 liga o suposto agente da empresa Derby express Couriers se identificando como Mário Martins, entrou em contato comigo pelo número (11) 9726 64941 ou (11)9641 50322, tinha sutaque de estrangeiro, avisando- me que o pacote que o Sr. Maximilian Berg havia me remetido tinha passado por uma vistoria da empressa Derby Expresse Couriers USA, tinha sido retido devido a descoberta de uma pasta, o qual o remente não tinha declarado a empresa, então pedi que ele aguardasse que eu entraria em contanto com Maximilian Berg, no mesmo momento liguei para ele pedido que entrasse no facebook para conversamos, foi então que lhe informei o que estava ocorrendo com o pacote que ele "havia me mandado", ele logo me confirmou que realmente não tinha declarado a pasta como item do pacote. Entao pediu- me que pagasse o que o "agente Mário Martins" ou a empresa estava solicitando, pois ele estava a trabalho no mar e não tinha acesso a nenhum tipo de transação bancaria. Acreditei inocentemente em Maximilian Berg e entrei

Bom minha história começou no dia 18 de outubro de 2013, quando recebi uma mensagem pela rede de relacionamento facebook, de um homem com suposto nome Maximilian Berg, dizendo que tinha gostado do meu perfil, gostaria de ter contato comigo. O perfil me chamou atenção, então passei a me corresponder com ele através de mensagens no facebook. Este suposto Maximilian Beg se dizia viúvo de origem alemã, que morava em Houston-USA desde os 4 anos de idade, se dizia engenheiro de uma empresa de petróleo Lewis Energy Oil e Gás no estado do Texas-USA. E estava à procura de uma mulher para se relacionar seriamente, sendo que ele tinha 2 filhos ainda criança um de 6 anos e outro de 5 anos. COm o passar do tempo em nossas conversas, acabei me interessando de verdade por ele. Então certa vez ele me falou que ia para uma viagem de trabalho que tinha sido nomeado como representante da empresa para ir ao China. Após esse retorno dessa suposta viagem de negócios ele pediu- me meu endereço, número de telefone e e-mail que segundo ele tinha comprado alguns presentes para mim e queria envia- los, antes que viajasse em outra viagem de negócios para o Japão onde passaria 3 semanas no mar a trabalho, que em seguida desde trabalho viria ao meu pais para me conhecer pessoalmente, dizia- se apaixonado por mim, eu gostava também dele. No dia 29 de novembro ele me enviou um "comprovante" de remessa de um suposto pacote onde havia segundo ele alguns presentes para mim tais como: flores, iphone 5, um relógio de ouro, alguns perfumes e uma pasta com alguns dólares e seus documentos pessoais, me passou um link: http://derbyexpress.host-ed.me/index.html, que segundo ele era da empresa Derby Express Couriers USA, que faria a entrega do pacote em meu endereço, passou- me também um número para rastreamento do pacote, sendo que supostamente esse pacote saiu do estado do Texas-USA do aeroporto George Bush, então passei a rastrear esse "pacote" desde do dia de saída que foi 29/11/2013 onde passaria por Costa Rica ,no segundo dia 30/11/2013 o pacote estaria em Equador, no dia 01/12/2013 estaria em Paraguai e no dia 02/12/2013 estaria no Brasil e no dia 03/12/2013 esse pacote estaria aguardando desembaraço aduaneiro no Aeroporto de Guarulhos. Então no dia 04/12/2013 liga o suposto agente da empresa Derby express Couriers se identificando como Mário Martins, entrou em contato comigo pelo número (11) 9726 64941 ou (11)9641 50322, tinha sutaque de estrangeiro, avisando- me que o pacote que o Sr. Maximilian Berg havia me remetido tinha passado por uma vistoria da empressa Derby Expresse Couriers USA, tinha sido retido devido a descoberta de uma pasta, o qual o remente não tinha declarado a empresa, então pedi que ele aguardasse que eu entraria em contanto com Maximilian Berg, no mesmo momento liguei para ele pedido que entrasse no facebook para conversamos, foi então que lhe informei o que estava ocorrendo com o pacote que ele "havia me mandado", ele logo me confirmou que realmente não tinha declarado a pasta como item do pacote. Entao pediu- me que pagasse o que o "agente Mário Martins" ou a empresa estava solicitando, pois ele estava a trabalho no mar e não tinha acesso a nenhum tipo de transação bancaria. Acreditei inocentemente em Maximilian Berg e entrei
apesar de todos os documentos que havia sidos solicitados pelo governo brasileiro terem sidos garantidos, ocorreu outro problema, foi que devido a suposta "alta quantia em dinheiro" de $ 230,000.00 USD a receita federal estava solicitando em imposto em cima dessa quantia de 5% em cima do valor citado anteriormente que em reais seria R$ 26.677,00, que deveria ser pago para a receita federal para liberação do pacote, foi quando eu comecei a ver que estava sendo lesada, estava sendo roubada, não fiz o deposito. Resolvi verificar com a chefia da Receita Federal( nuana) da minha cidade e saber mais informações sobre esse caso, foi lá que confirmei que fui roubada por estelionatários, a chefia da Receita Federal me direcionou para a Polícia Federal Do munícipio onde moro, mas logo de imediato eles apenas ouviram meus relatos e disseram que isso não se tratava de um assunto para Polícia Federal, pois até questionei que tinha sido vitima de um crime virtual de estelionato, logo eles me encaminharam para a fazer um BOLETIM DE OCORRENCIA na Polícia Civil, mas após o fato narrado para o delegado de plantão, ele simplesmente me falou que meu caso era perda total não tinha como pegar os estelionatários e nem recuperar a quantia, a qual eu havia depositado que ficou em um valor total de R$ 16.118,00. Lamentavelmente hoje me deparo com uma grande perda material e ainda emocional por ter acreditado em alguém que não conheci pessoalmente e que tinha por mim o único sentimento que era, o de me roubar. Sei que fui ingênua apesar da minha idade, acho que tudo isso ocorreu pela minha fragilidade e carência, em acredita em príncipes. E o mais lamentável é que a justiça não me ajudou em nada e nem se quer rastrear os números de celulares que os estelionatários supostos Maximilian Berg (+12143939258)número de celular com DDD internacional e os do Suposto agente Mario Martins (11) 964150322 ou (11)972664941, até hoje dia 20/12/2013 esses celulares ainda recebiam chamadas. E a conta de facebook fake de Maximilian Berg ainda continua ativa link: , eu consegui em conversas com Maximilian Berg pelo Skype fazer um INS PRT SC da imagem dele verdadeira, já depois de ter feito o Boletim de ocorrência e ele é bem parecido com o do imagem, mas não é o mesmo. Fica a diga aqui mulheres, cuidado para não caírem nessa conversar como eu cai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

NOSSO EMAIL PARA DENÚNCIAS É: forascammers@gmail.com.
FAÇA SEU COMENTÁRIO OU DENUNCIA .
.

RESPONDA O QUESTIONÁRIO