terça-feira, 3 de março de 2015

Amor ou Golpe nos Apaixonados?


http://pensalivre.com/outroolhar/amor-ou-golpe-nos-apaixonados/#comment-2

Amor ou Golpe nos Apaixonados?

Era uma vez um amor de cinema…

Amor ou Golpe? - Pensalivre.com
Era uma vez, um príncipe que virou sapo, por obra da bruxa malvada…
O príncipe encantado que chega num cavalo branco atualmente pode mandar mensagens via sms, e-mail, Facebook ou Whatsapp. E pode vir de qualquer parte do país, ou do mundo, afinal, como vimos em outros posts, estamos todos ligados.
Porém, e quando o amor da sua vida, está em um país conturbado, e após juras de amor, e muito envolvimento lhe diz que precisa de dinheiro para vir te ver ou para pagar alguma coisa que não pode esperar, porque, coitado, perdeu os documentos, afinal o país em que ele está é complicado, ou ainda ficou preso por algum erro da embaixada, ou pior ainda – foi roubado, e está sem ter como pedir ajuda a ninguém mais além de você?
E  você insensível pergunta o motivo que o impede de pedir ajuda aos parentes, à mãe que ele mencionou por exemplo. Mas em resposta ele informa, triste da vida, que a mãe tem problemas cardíacos, e que isto certamente a mataria – não o pedido de dinheiro, mas o perigo em que ele se encontra. E como você sabe, ele é uma pessoa diferente das outras, por isto vocês são feitos um para o outro, são especiais, e ele não tem amigos, só confia realmente e você! E claro, ele sente um imenso amor por você, certo?
E é claro, que este argumento pode até quebrar um coração de pedra como o seu, não é?
Mas há também uma outra situação que é bem plausível, e pode acontecer com qualquer um. Sabe o amor que ele jura ter por você? Então, ele quer mandar uma prova física, um presente que ele guarda, e que agora, como ele quer se casar com você vai passar a ser seu.
Uma joia que ele ganhou de herança da mãe ou avó dele, e que talvez tenha sido usada pela esposa dele antes de ele ficar viúvo (com as crianças, porque ele geralmente tem filhos, lindos e adoráveis e que também já te amam e até te chamam de mamãe!) e como ele mesmo disse, a intenção de vir ao Brasil ficar com você e te ver é real, e ele vai mandar esta prova para que você não tenha mais nenhuma dúvida deste amor…
Então, ele envia, via correio claro, como forma mais comum, não é?
Ah, não é via correio… é via outro tipo de postagem, uma cujo rastreamento é mais difícil, mas não impossível, e que quando você vai checar, descobre que está mesmo a caminho, mas parece ter sido parada na alfandega, ou algo assim…Imagine, como eles puderam prender a prova do amor de vocês desta forma!
Mas e agora? Ele te enviou um presente e você nem consegue receber, como é que fica isto?
Simples, é só perguntar a ele, que então muito solicito informa ter recebido um aviso de que o pacote ficou preso por ter sido constatado que o valor é muito maior do que o declarado, e assim é preciso pagar uma pequena taxinha de liberação. O detalhe é que o valor da “prova de amor” é  maior, que gentil, não é? Mandou algo valioso pra você!
Claro, os dados para pagamento estão junto com a mensagem. Ele poderia pagar, mas tem que ser feito por quem vai receber o pacote. Mas não tenha dúvida, ele vai pagar assim que chegar ao Brasil.
Lindo, não é?
Seria perfeito se não fossem GOLPES. Verdadeiros roteiros de Filmes!
Nas situações acima há sempre um amor romântico, em perigo de vida mas que ainda te ama, ou triste e desiludido, e que só encontrou a felicidade ao seu lado – na web, mas que quer muito ficar perto de você o quanto antes, e acredite, o envolvimento das mensagens é realmente interessante.
Porém, é falso.
Até agora estamos falando de um golpe que pode levar muito dinheiro de suas vitimas, além de deixar uma ferida emocional muito difícil de lidar. O amor não é só não correspondido aqui, é pior, ele é usado para fragilizar a vitima, criar um laço empático que permita pedir e receber dinheiro baseado apenas na boa fé.
São chamados de SCAMMERS, e há quem diga que as mensagens tem origem em vários países diversos, mas há noticias de que até aqui no Brasil mesmo já foi preso um cidadão (brasileiro!) fazendo isto e se passando por alguém no exterior.
Em questão de cinco ou seis mensagens o sujeito já se diz envolvido e completamente apaixonado. Já fala da família, dos amigos, das tristezas que viveu, e segue sempre no mesmo tom.
Como estamos falando de uma maioria de golpistas estrangeiros, é muito comum que as mensagens venham traduzidas pelo Google Tradutor ou outra ferramenta online, e o mais curioso, é que isto torna a conversa estranha e atraente, porque há o encanto de ter alguém de outra parte do mundo que “te deseja” com carinho.

Então ele nunca responde de verdade pra você?

Pois é, é triste, mas ele escreve pra você e para muitas outras pessoas.
Não, quer dizer que na maioria dos casos ele nem lê a sua mensagem, só envia um e-mail que já está programado para ir.
São conversas de mão unica. Geralmente uma conversa não segue como pergunta e resposta, porque são mensagens enviadas por demanda.
Uma mensagem padrão é criada,  o assunto é uma apresentação simples, com uma historinha que seja facil de manter e seguir, e todos os outros e-mails que se seguem não são uma resposta aos seus, e sim, uma sequencia da mesma história.
Amor ou Golpe? - Pensalivre.com
E o amor que era pouco, ops, nem era amor… Você acreditou? – imagem: https://www.flickr.com/photos/goincase/

Roteiro do falso Amor:

  1. Apresentação
    1. Olá, sou Peter, Frank, Smith, Paul, gostei de você
  2. Historia de vida parte 1
    1. Sou viúvo,
    2. solteiro,
    3. engenheiro…etc
  3. Historia de vida parte 2
    1. Eu tenho filhos,
    2. Eu estou na guerra,
    3. Eu moro em Londres, Budapeste…etc
    4. Trabalho viajando muito…
  4. Historia envolvente parte 1
    1. Nunca conheci alguém como você,
    2. Vivo muito sozinho
    3. Com tudo na minha vida eu estava desiludido
    4. Não tenho amigos.
  5. Historia envolvente parte 2
    1. Acho que você é o melhor na minha vida,
    2. Eu não tenho em quem confiar, posso me abrir com você
    3. Acho que estou em perigo, mas ainda bem que tenho você
  6. Juras de amor parte 1
    1. Estou feliz, porque te encontrei,
    2. Eu quero que sejamos felizes para sempre
    3. Vou contar a minha família sobre você
  7. Juras de amor parte 2
    1. Eu quero me casar com você,
    2. Quero ter uma família,
    3. A minha família já te ama, estão felizes por nós dois
    4. Meus filhos querem te chamar de mãe!
    5. Minha mãe adorou você
  8. Troca de informações – pode acontecer antes, ou não-
    1. Pede fotos  -quero  ir te ver, me mande uma foto para eu ter com que sonhar
  9. Ele manda fotos
    1. As fotos nunca são dele acredite- é sempre bonito, ou simpático na foto -
    2. Ele pode estar em lugares diferentes e com outras pessoas
    3. As vezes fala “este sou eu no serviço, em tal lugar”
    4. “Eu me achava feio mas você me ama e agora sou feliz
  10. Pede contatos – também pode acontecer antes -
    1. Endereço, telefone e outros dados
    2. Motivo: “quero ouvir sua voz, te mandar alguma coisa”
  11. Manda dados (que também nunca são dele) e até telefone
    1. Quando você liga o telefone não completa a chamada, e aí parece que você ligou para o lugar errado
    2. As vezes uma pessoa atende com sotaque diferente, e até crianças falam com você se passando pelos filhos dele
  12. Faz proposta de vir até você
    1. É o auge do envolvimento, é quase despretensioso, como se fosse fácil e rápido vir,
    2. Ele sempre diz que será “no próximo mês” no final do mês,
    3. Não fixa uma data limite, tipo “tal dia” de forma a conseguir checar um voo, e sim, uma época possível, mas não fixa.
  13. Coloca uma dificuldade no caminho
    1. Tive que viajar a negócios
    2. Meu filho ficou doente
    3. Um parente tem que fazer uma cirurgia
    4. Alguma injustiça aconteceu, ele foi roubado, preso pela alfandega, mandado para outro campo na guerra, enfim, algo atrapalhou os planos dele
  14. Pede dinheiro.
    1. Antes de vir enviou um presente – que tem que ser liberado de algum lugar e você deve pagar para isto.
    2. Ele precisa pagar os documentos
    3. Pagar parte da cirurgia
    4. Pagar o desembarque dele
  15. Argumenta
    1. Ele perdeu os documentos, lembra?
    2. Você não quer que ele venha? Ele te ama e é assim que você o trata!
    3. É uma joia de família, você não pode deixar assim, tem que resgatar!
    4. Ele está sofrendo e você é a única salvação dele,
    5. Ele não tem amigos, pois só confia em você!
    6. Não há outra salvação a não ser você, e por isto ele lhe pediu o dinheiro
    7. Como o amor dele é genuíno, assim que vocês ficarem juntos ele te paga, afinal, dinheiro não é o problema dele, só o momento é que está complicado.
  16. Pede dinheiro novamente.
    1. Reforça todos os motivos, e se você manda, reinventa possíveis motivos para pedir mais.
    2. Sempre garante que você vai receber.
  17. Desaparece.
    1. Você se dá conta de que não sabe realmente nada sobre ele, e pede mais detalhes
    2. Você pede informações concretas e checáveis – porque depois que você enviou o dinheiro, parte de você caiu na real de que é preciso ter como reaver o que mandou
    3. O presente não foi desembaraçado, o embarque não foi realizado…
    4. Não houve sequência na história.
    5. Você manda e-mails e mensagens, e liga para o telefone, e checa o endereço, e começa agora a buscar esta pessoa, que infelizmente, desapareceu.
Pronto, esta sequência é mais ou menos assim.
Algumas variações, mas imagine, o passo a passo acima é descrito em quase todos os depoimentos que li (fiz uma pesquisa intensa e ainda conheci algumas pessoas que foram quase vitimas – porque não chegaram a mandar dinheiro) relatam  o mesmo modo de operar.
Algumas pessoas (a maioria ao que parece) se sente levemente lesada só em ver que o outro quer dinheiro, e acaba por não prosseguir com as conversas a partir daí.
No caso que eu acompanhei, o sujeito enviou uma “joia de família” a abordou a vitima por mais algumas semanas antes de se dar conta de que ela não iria mesmo cair no golpe. A vitima em questão não era rica, nem falava inglês (idioma que ele usava), era uma pessoa que vive de aposentadoria e que foi sensata o bastante para pedir ajuda para rastrear o tal presente antes de seguir com o bate papo. O amor que o golpista jurava não cegou o lado racional.
Eu particularmente não conhecia na época este tipo de golpe, mas me espantei com a quantidade de informações que ele passava, e percebi que numa busca simples, os dados não se sustentavam.
Não creio que esta pessoa teria sido mesmo vitimada, porque tinha a firme crença de que  “a gente não manda dinheiro para estranhos”. Mas se tivesse caído no golpe estaria hoje quase 2 mil reais mais pobre (R$2.000,00).
A partir daquele episódio comecei a buscar mais sobre isto na internet, e a conversar com meus alunos (lembra que mencionei que dei aulas de informática?) a respeito disto. A maioria não acredita nem que seja possivel de verdade haver histórias de amor real na internet.
Cheguei a fazer um “panfleto” com dicas de segurança, (vou ver se posto aqui assim que achar – está em algum lugar no meio dos meus documentos, não tenho online só físico) mas acho que o fundamental mesmo é que as pessoas passem a usar o bom senso.

Mas não existe amor na internet?

Existe sim, já tive relacionamentos que começaram virtualmente, tive um namoro alguns anos atras que começou numa sala de bate-papo, e  meu marido eu conheci num site de relacionamento. E acredite, ele é real, e o amor que nos une também! :)
E eu tenho amigos que se casaram com estrangeiros (uma amiga se casou com um espanhol, e um amigo que casou com uma americana), que  conheceram pela internet, então, acredite, isto pode sim funcionar. Mas tem uma série de medidas que devem ser tomadas como precaução!
Estas medidas servem sempre independente de onde você encontrou alguém, quer sejam de Sites de Relacionamento ou qualquer outro lugar. Na internet, tudo o que você publica passa a ser rastreável, por isto é importante saber o que mostrar.

O que você pode fazer por amor próprio…

  1. Nunca use seu nome completo.
  2. Use as imagens fornecidas por ele numa busca pelo Google Imagens, alguns casos você pode encontrar informações reais vinculadas as fotos, e isto ajuda a saber com quem você está lidando.
  3. Evite dados que possam facilitar encontrar você – não vincule seu perfil no site de relacionamento ao Facebook. (se você já recebeu a mensagem via Facebook, é mais complicado, mas tente seguir as outras dicas e bloqueie a pessoa, caso tenha certeza, denuncie ao Facebook para que retire o perfil).
  4. Desconfie de histórias muito envolventes, com grandes doses de má sorte, elas servem para desenvolver a Empatia e fazer você “amolecer”.
  5. Nunca forneça dados pessoais como RG, CPF ou Endereço e telefone residencial.
  6. Se quiser fornecer um numero de telefone, use se possível um celular pre-pago, depois  você pode trocar o chip caso seja necessário.
  7. Use um e-mail descartável em perfis online
  8. Verifique se suas perguntas tem respostas diretas desde o começo das trocas de e-mail (ex. Eu não gosto de salada com cebolas, e você? – Ele tem que responder claramente a isto, num e-mail real, a conversa flui continuamente, não é?)
  9. Se possível, cubra sua webcam, ou desconecte do computador, e peça para ver ele primeiro.
  10. Se o vir na webcam, peça para que ele faça algum movimento que você possa averiguar (levantar, acenar a mão esquerda ou direita, mostrar alguma coisa como foto ou livro pela webcam) porque geralmente as imagens em são gravações, então, se ele interagir pode ser real (pode…não é certeza)
  11. Se ele pedir teu endereço, desconverse, ou se possível dê o de uma caixa postal.
  12. E nunca, NUNCA mesmo, aceite enviar dinheiro. Por mais que o relacionamento pareça real e envolvente, emprestar dinheiro para um parente é arriscado, imagine se for para um estranho, não é?

Tem como denunciar?

Se você passou seus dados, o ideal é sempre ir a polícia, fazer no mínimo um boletim de ocorrência para se  prevenir de futuros danos ao seu nome pelos documentos.
Mas se você foi vitima ou desconfia de alguma coisa, em São Paulo pode ir direto à:
Polícia Civil – 4ª Delegacia de Delitos Cometidos por Meios Eletrônicos – DIG/DEIC
Avenida Zack Narchi,152 – Carandiru, São Paulo – São Paulo
OBS: Próximo à antiga detenção do Carandiru, próximo ao Center Norte, estação do metrô do Carandiru
Telefone: (0xx11) 2221-7030 (0xx11) 6221-7030 / 6221-7011 (ramal 208)
Se estiver em outros estados, o Safernet tem uma lista de algumas delegacias que podem ajudar. É só clicar aqui e ir direto para a página.
Se você ainda tem dúvidas, aconselho dar uma olhada nos links abaixo, são sites e blogs com outras informações sobre esta prática.
Este é o blog da Cristal Brasil – Caçadora de Golpistas  tem muitos depoimentos e uma base de dados, vale a pena ver.
PensaLivre.com
E o príncipe que virou sapo.

Amor, amor, amor… se a gente ficasse um centavo mais rico a cada vez que ouve esta palavra, não é? Mas amor a distância requer antes de mais nada, bom senso, atenção. Faça o amor ter sentido se certificando da veracidade de informações antes de se deixar envolver pelo laço.
Eu poderia colocar muito mais, basta uma simples busca para achar muito material, mas o importante é que você saiba que é preciso ter cautela, nem todo Príncipe vira sapo, e nem todo sapo já foi príncipe…
Tem alguma coisa a acrescentar? Fale nos comentários!

Sobre Magda

Blogger por amor a arte, leitora ávida por novos mundos e amigos. Mãe e esposa dedicada. Formada em Analise de Sistemas e estudante de Letras. Acredito que somos todos humanos em aprendizado, em busca de um modo de fazer do mundo um lugar melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

NOSSO EMAIL PARA DENÚNCIAS É: forascammers@gmail.com.
FAÇA SEU COMENTÁRIO OU DENUNCIA .
.

RESPONDA O QUESTIONÁRIO